terça-feira, 9 de abril de 2013

Mais noivinhas e editoriais lindos....pra vcs....

Editorial Santa Madre

Editorial Personal Esthetic Hair




Noivinhas queridas....



Kamila e Cida Lobo

Pollyanna

Aline
Fernandinha....






Estou aqui de volta...

Amores, há algum tempo fiquei afastado e não vim aqui trazer novidades pra vcs, quero começar de novo e preciso da companhia de vcs...
Segue um novo post sobre maquiagem, assunto que amamos muito...
São três novos trabalhos pra compartilhar com vcs...espero que gostem...
Bejim
Foto:Pedro Prestes Modelo:Renata(BY Model)

Foto: Mário Souza Modelo: Odara Castro (Ford Models Go.)

Foto: Pedro Prestes Modelo: Nathália Braido(ACManagement)

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Um pedacinho de mim...



Acho que a amizade é fundamentalmente importante na vida das pessoas. Acreditar nas diferenças e fazer delas um toque diferencial em nossas vidas faz-nos pessoas ainda mais jovens e perdoa nossas dividas com nosso passado. Agradecer também faz parte desse momento. É simplesmente importante sermos gratos por tudo que nos cerca. Gratos pelo, amor, pelas parcerias, pelos presentes, pela alegria e principalmente pelo dom da vida.
Acredito nessas coisas e busco cada dia melhorar mais e trazer pra perto de mim só energias boas que fazem diferenças... O mundo nos oferece motivos a toda hora pra que possamos trazer esse tipo de beleza pra perto da gente.
O trabalho, a dedicação, a conquista são edificadores constantes de quem quer mais e mais, é só batalhar pra conseguir seu pedacinho do céu. Isso aqui é o nosso caminho, é nossa etapa na terra. Dar, compartilhar, edificar....tudo isso se transforma em duplicidade a bondade que almejamos. Acredite, esse universo é pouco perante o que ainda vamos ter perto de nós. Basta dar um passo adiante. Vamos?

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Lino Villaventura, arrasa de novo!

Em tempos de SPFW, é bom sempre salientar o que tem de bom vindo por aí...
Escolhi dois que me encantam sempre que aparecem, acho que eles são criadores espetaculares, não só pelas criações, mas em montar um fashion show de qualidade e de grande impacto!
Com vcs Lino Villaventura e Samuel Cirnansck Inverno 2012. Look that!
PS: Reportagens retiradas do site da SPFW.http://ffw.com.br/desfiles/sao-paulo/inverno-2012-rtw/lino-villaventura/735272/default



> DESFILES

Direção criativa:  Lino Villaventura
Styling:  Lino Villaventura e Régis Vieira
Beleza:  Marcos Costa
Trilha: Felipe Venâncio
Inspirações: Imagens sombrias do pintor Francis Bacon.
Formas:  A coleção começa com peças em formatos mais contidos e, aos poucos, a coleção vai ganhando mega volumes, construídos com anáguas enormes.
Materiais:  Tafetá de seda, organza de seda, gaze de seda, crepe de Chine, jacquard, Jersey de seda e linho.
Highlights:  A coleção, vista de perto, mostra detalhes de perfeccionismo artesanal como as chamadas “pregas palito”, uma espécie de mini drapeado, dobrinhas tão pequenas da dimensão de um palito de dente, feitas no atelier do estilista, conforme explicou ao FFW seu assistente, Régis Vieira. Os bordados feitos à mão e as aplicações de cristais mostram a obsessão aos detalhes que, juntos, na passarela, somem para dar lugar às imagens mais arrojadas.  Especialmente com a trilha sonora de história do terror, que trouxe as mulheres como se vindas de perturbações de Francis Bacon, pintor que inspirou a criação das peças. Ali no desfile a platéia se exaltou (com aplausos e gritos) principalmente nos looks mais carnavalescos, brilhantes, além da “realidade” cotidiana.  Quer dizer, os looks de Lino, no mercado há mais de 30 anos, são de uma realidade que poucos vêem: mulheres de alta sociedade em festas nas casas suntuosas das amigas, casamentos, bailes de debutantes ou em qualquer outro lugar vip fora do país. (JULIANA LOPES)
> DESFILES

Direção criativa:  Samuel Cirnansck
Styling:  Cláudia Santos e Izabela Starling
Beleza:  Celso Kamura
Trilha: Jackson Araújo
Inspirações: O estilista afirma ver “roupas no lugar de jóias e jóias no lugar de roupas”
Formas:  Vestidos “rabo de sereia”, longos ou longuíssimos.
Materiais:  Organza, cetim, musseline em seda, renda, tules e gazar, bordados e drapeados.
Highlights: O estilista levou mulheres poderosas na passarela, com make e aparência estilo “Cisne Negro” – as caldas felpudas dos vestidos, que balançavam como pássaros ajudaram na cena.  A performance das meninas, mostrando todos os lados do look, ainda reforçou o poder das modelagens impecavelmente pensadas. Transparências, brilhos e bordados em contornos estratégicos. (JULIANA LOPES)

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

TNR Magazine, outro lançamento importante de 2011....

A revista TNR Magazine me convidou para fazer parte de um time de profissionais que buscam algo novo e um lugar merecido no cenário de entretenimento.
Esse primeiro exemplar provou que o objetivo já sai garantindo um lugar significativo. Um projeto visual muito cuidadoso e de extremo bom gosto. Abaixo um pouco do que foi produzir essa revista...Obrigado á toda equipe que me convidou para fazer parte desse momento...um bjo grande!



Making of da produção




A top Amanda Maia (Voga Model) nossa capa e editorial


Coluna do maquiador Evando Filho


Eu e Marielza Rattes no coquetel de lançamento da revista

Equipe TNR Magazine



Olha que fofo!!! Obrigado Nádia Timm!!!


Mais uma produção que fiz com Valéria Lopes para ilustrar matéria em 2007 sobre cabelos no estilo black power...
Essa matéria foi retirada do blog de Nádia Timm, jornalista que escreveu a matéria na época...Uma fofa!
Muito obrigado!!!
Endereço do blog.( http://nadiatimm.com/Joomla/index.php?option=com_content&task=view&id=90&Itemid=34 )

CabeloPDFImprimire-mail
Escrito por Nádia Timm   
25-Oct-2007
foto: Valéria Lopes
A beleza natural faz a cabeça e liberta a cabeleira.

 Liberdade na Cabeleira

Nádia Timm 
Entre artistas e modelos, a moda pegou desde o verão. O cabelo revolto, com cachos ou em estilo blackpower, tipo anos 70, está de volta. É o fim da ditadura da chapinha, da escovinha, penteados que não podem ver chuva, e das cabeças raspadas. Fazer como o jogador Ronaldo, o fenômeno, que certa vez admitiu que mantinha o corte zero porque tinha cabelo ruim é perder a oportunidade de assumir os dotes que a natureza oferece.
Cabelo cheio é da hora. Na música, a onda chegou há um tempinho. Elza Soares, em seu elogiado CD Do Cóccix até o Pescoço, assume a cabeleira afro, enquanto Max de Castro, na canção Nego do Cabelo Bom, repete o refrão: “alisa ele não, você é meu nego de cabelo pixaim”.
Em Goânia, o visual predomina entre os rapazes, por enquanto. O vestibulando Wagner Santos, 20 anos, há um ano deixou o cabelo crescer, depois de uma vida inteira de cabeça raspada. “Sou modelo há quatro anos e segui a orientação da minha agência. Tenho traços exóticos e o cabelo evidenciou. Ficou mais cultura de raiz. Reafirmei a identidade”, explica.
foto: Valéria Lopes
Bisneto de índia, filho de pai branco e mãe negra, Wagner garante que com a mudança de look saiu ganhando tanto na vida pessoal, quanto profissional. Os cuidados básicos de Wagner são xampu para cabelo crespo, banho de creme uma vez por semana, pente de madeira e deixar secar naturalmente.





foto: Valéria Lopes 
Outro modelo goiano, Henrique Fleming, de 16 anos, também adotou o cabelão. Ele descende de inglês, espanhol, africano e português. De olhos verdes claros e cabelo encaracolado, o moço faz sucesso no mundo da moda, mas provoca polêmica na escola. “A metade ama e tem gente que critica”, conta.
 foto: Valéria Lopes
Vendedor de loja de departamentos, Luciano Jaime de Morais, 25 anos, há um ano deixou as madeixas crescerem. Ele admite que graças ao cabelo, e também à altura e a seu biotipo, pôde iniciar a carreira de modelo há quatro meses. O visual descolado também tem aprovação da namorada e chama a atenção do público feminino.
“Acho que passo uma imagem jovial e, apesar de Goiânia ser conservadora, estão aceitando bem. As senhoras freguesas também gostam. Às vezes, me acham parecido com algum ator, como o personagem Mau-Mau, de Malhação, ou o Marcelo, ex-big brother, e até com o Petruchio, da novela Cravo e a Rosa”, diz.
foto: Valéria Lopes
Em Goiânia, entre as garotas ainda reina o tipo liso, porém algumas escapam do padrão. É o caso de Leo, apelido de Leonina Dias, que prefere não revelar a idade. “Antes ficavam me mandando espichar o cabelo, mas nunca gostei de alisar, fazer escova ou piastra. Sempre preferi deixar enrolado. De que adianta a trabalheira, se cabelo alisado não pode ver ar-condicionado ou uma nuvem no céu que enrola de novo?”, brinca a assistente de fotografia, que trabalha com retoques. Para justificar seu estilo, Leo cantarola trechos da música de Chico César: “Respeitem meus cabelos, brancos/Se eu quero pixaim, deixem/ Se eu quero enrolar, deixem/ Se quero colorir, deixem/Se quero assanhar... deixa a madeixa balançar...”
DICAS
O cabelereiro e maquiador Evando Filho lembra que os adeptos do blackpower ou cabelos cacheados devem tomar alguns cuidados:
O primeiro é abandonar os permanentes, “que só servem para queimar”, avisa.
A alternativa é o babyliss, uma espécie de chapinha quente que enrola o cabelo e dura até a próxima lavada.
Ele recomenda mousses de fixação forte, produtos que dão volume e brilho. A novidade são gelatinas que produzem o efeito de gel sem ressecar.
Para quem quer aderir aos caracóis, a dica é ressuscitar antigas técnicas como os bobs pequenos ou os papelotes que as bisavós usavam.
“O papelote dá efeito chique e é realizado rapidamente”, garante o especialista.  fotos: Valéria Lopes